Vem aí o Natal… E agora?!

Vem aí o Natal… E agora?!

Dezembro ainda agora começou e com ele vêm as festas, os convites, os jantares de Natal, a ceia com a família e todas as festividades feitas em torno da mesa! É difícil resistir e, por vezes, a consciência pesa ainda mais do que a balança. Mas, nada melhor do que um detox pré-Natal para colocar tudo em ordem!

Nutricionista Clínica Hospital Lusíadas Faro Autora do blog "Santa Melancia" e dos livros "Sumos e Águas Detox" e "Sopas, Saladas e Chás Detox"

Ainda ontem estávamos a chegar das férias de verão e agora estamos a poucos dias do Natal. O tempo passa a correr e, de ano para ano, parece que a velocidade aumenta ainda mais. Qualquer dia nem precisamos de desmontar a árvore de Natal! Muito apesar de sabermos que o consumo desta altura do ano é fora do normal, tanto em quantidade como em qualidade, digo muitas vezes que não é o dia de natal o responsável pelo flagelo da obesidade em Portugal e no mundo. Na verdade, são todos os outros 364 dias do ano em que ignoramos as regras básicas de alimentação saudável que assentam na variedade, no equilíbrio e na moderação.

Tradição combina com moderação?
O Natal está à porta e não é por isso que teremos de renunciar à tradição e aos pratos típicos que, nesta época, fazem as delícias dos mais gulosos! Como costumo dizer nas consultas aos meus pacientes “estar a fazer dieta não é sinónimo de estar de castigo”, por isso, não temos de dizer não às iguarias natalícias! Apenas temos de saber compensar e manter uma margem de manobra para a tentação não ser maior do que a motivação, deixando-nos com aqueles quilos que não queríamos reencontrar! Contudo, e como os estudos apontam, esta altura do ano deixa muitas vezes uma fatura “pesada” de se pagar aquando do tête-à-tête com a balança.
Em média, cada português aumenta cerca de 3kg só nesta quadra que vai da noite da consoada à passagem de ano. Quilos estes que se arrastam e desmotivam a entrada em 2018!
Para evitar entrar no novo ano com o pé esquerdo, proponho tentarmos passar entre os pingos da chuva, permitindo-nos uma facadinha na dieta (“controlada”) sem estragos de maior que nos façam perder as forças ou o ritmo saudável no ano que se avizinha. E nada melhor do que uma semana de detox pré-festas: Uma dieta mais rigorosa, mas equilibrada, que nos permite manter a energia do dia a dia e, mesmo assim, perder algum peso. Esta perda vai permitir-nos aliviar o peso na consciência na hora de degustar e partilhar as tradicionais rabanadas ou, quem sabe, um pouco de cabrito ou o peru recheado.
Mas, atenção: Pelo facto de fazermos uma dieta preparatória ou um detox pré-festas, não temos a liberdade de abusar sem limites na hora da refeição, das sobremesas, das entradas e dos aperitivos! Quando o excesso é grande não há detox nem milagre natalício que nos salve! Assim sendo, prepare-se e compense, mas não perca o controlo!
O segredo está em provar sem exageros e manter-se alimentado durante o dia para não chegar à hora de se sentar à mesa com um apetite voraz: Aí, junta-se a fome com a vontade de comer e a falta de opções ou com o excesso de tentações que nos “obrigam” a perder o controlo. Tome as rédeas do seu apetite e desfrute dos prazeres do convívio com quem mais gosta sem ter de pagar por isso durante todo o mês de Janeiro. Boas Festas!

Artigo mais recente

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0