Semáforo nutricional

Semáforo nutricional

Aprenda a interpretá-lo!

Numa altura em que se fala tanto de alimentação saudável e, em consequência disso, dos rótulos dos alimentos de leitura quase impossível, o Continente decidiu que estava na hora de nos facilitar a vida. E como é que o fez? Todos os produtos de marca própria passaram a incluir um semáforo nutricional. Quer saber como funciona? A nutricionista Mayumi Delgado explica!

Quantas vezes já deu por si a tentar interpretar os rótulos dos alimentos no supermercado, sem conseguir perceber exatamente o que estava na sua composição? Demasiadas vezes, certo? Mesmo com as novas leis de rotulagem, a verdade é que os rótulos continuam pouco claros e dificilmente somos capazes de identificar todos os ingredientes.

A pensar nisso, o Continente decidiu seguir um caminho diferente. Assim, o semáforo nutricional que inicialmente estava presente apenas em alguns produtos, está agora na totalidade dos produtos de marca própria. Isso significa que neste momento, todos os produtos alimentares de marca Continente têm um semáforo nutricional que facilita a interpretação e permite saber exatamente quais os nutrientes presentes e, o melhor de tudo, a sua percentagem.

Porquê um semáforo nutricional?
A introdução de um semáforo nutricional em todos os produtos de marca própria Continente, resulta da estratégia assumida pela marca de promoção de uma alimentação equilibrada e saudável. Embora o semáforo nutricional esteja a ser aplicado há mais de nove anos, só agora passará a estar presente em todos os produtos de marca própria o que, de acordo com Mayumi Delgado, nutricionista do Continente “irá facilitar não só a leitura dos consumidores, como promover a literacia alimentar”. Quanto ao impacto que esta medida terá, a nutricionista não tem dúvidas: “A introdução do semáforo nutricional ao longo dos últimos anos revelou-se um sucesso e, por isso mesmo, decidimos estendê-lo a todos os nossos produtos. Os portugueses têm atualmente muito mais consciência do impacto que a alimentação pode ter na saúde e na qualidade de vida, estão mais exigentes e nós fazemos questão de acompanhar esta nova atitude.”

Como funciona o semáforo nutricional?
Os consumidores dos produtos Continente há muito que se acostumaram a ver o semáforo nutricional, especialmente nos produtos dietéticos e saudáveis mas, a partir de agora, independentemente do tipo de alimento, pode ter a certeza que este semáforo estará presente. E é muito fácil de interpretar, pelo que das crianças aos idosos, todos serão capazes de ler os rótulos dos produtos de marca Continente, sem qualquer dificuldade. “À semelhança de um semáforo de trânsito, o semáforo nutricional do Continente materializa-se num código de três cores – verde, amarelo e vermelho –, para quatro nutrientes específicos: gordura, gordura saturada, açúcar e sal, tendo em conta a dose de alimento. A complementar este código de cores está a percentagem que o nutriente contribui face à Dose de Referência. O verde representa baixa concentração do nutriente, o amarelo representa concentração média, o vermelho significa que determinado produto tem uma alta concentração do nutriente. Por sua vez, as calorias são sempre representadas a cinzento e não têm qualquer significado nutricional. De forma simplista mas tornando clara a análise deste semáforo, se quiser adotar uma alimentação mais saudável, deverá optar sempre pelos alimentos que têm mais nutrientes a verde”, esclarece Mayumi Delgado.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0