Ainda há portugueses que julgam que a psoríase é contagiosa

Ainda há portugueses que julgam que a psoríase é contagiosa

No passado dia 29 de outubro assinalou-se mais um Dia Mundial da Psoríase e a Associação Portuguesa de Psoríase divulgou alguns dados de um estudo levado a cabo no nosso país.

Embora não sejam dados alarmantes, perceber que atualmente ainda existem pessoas que nunca ouviram falar em psoríase ou que desconhecem que não é contagiosa, dá que pensar.

Mas, a verdade é que, de acordo com um estudo desenvolvido pela Associação Portuguesa de Psoríase (PSO Portugal) e a Guess What, apesar de a maioria dos portugueses já ter ouvido falar na doença, ainda há muitos mitos associados.

Para o estudo, foram realizados mais de 400 questionários e estes revelaram que 72% dos inquiridos conhecem ou já ouviram falar sobre a psoríase, ainda que uma em cada dez pessoas continue a acreditar que esta se trata de um problema contagioso. Estes dados foram apresentados no âmbito do Dia Mundial da Psoríase que se assinalou no passado dia 29 de outubro.

De acordo com o mesmo estudo, 86% dos inquiridos revelaram saber que esta patologia não tem cura e 2% acreditam que é um problema potencialmente fatal.

A psoríase é uma doença que afeta cerca de 250 mil portugueses. A doença, embora seja crónica e, por isso, não tenha cura, não é contagiosa e pode surgir em qualquer idade. Os principais sintomas costumam ser lesões vermelhas, espessas e descamativas, especialmente nos cotovelos, joelhos, na região lombar e no couro cabeludo. Em casos mais graves, as lesões da psoríase podem cobrir áreas mais extensas do corpo.

Sobre a PSO Portugal – Associação Portuguesa de Psoríase
A Associação Portuguesa da Psoríase (PSO Portugal) foi formalmente constituída em fevereiro e surgiu como resultado da vontade de um grupo de pessoas que sentiu necessidade de criar uma associação que defendesse, apoiasse e desse voz aos doentes de psoríase.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0